Você se inscreveu com sucesso em Umanni
Ótimo! Em seguida, finalize a compra para ter acesso completo a Umanni
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.
Sucesso! Suas informações de cobrança são atualizadas.
Falha na atualização das informações de faturamento.
OKR: O que é e para que serve.

OKR: O que é e para que serve.

Catarina Di Rienzo

OKR, ou simplesmente Objectives and Key Results, é uma ferramenta de gestão de metas inicialmente criada na Intel. Ela foi posteriormente expandida para Google, Spotify, Twitter, LinkedIn e Airbnb, além de empresas de outros setores como Walmart, Target, The Guardian e ING Bank. Hoje nós vamos te ajudar a entender melhor o que é esta ferramenta que mudou o rumo de muitas empresas!

O nome OKR está relacionado à maneira como a metodologia funciona.

  • Os objectives, ou objetivos, são considerados os O QUÊS se deseja alcançar e em qual prazo. Idealmente levante as maiores prioridades de sua equipe para os próximos 30 a 90 dias. Segundo John Doerr, o bilionário que levou o OKR para diversas empresas, a organização e os colaboradores devem construir suas metas de maneira significativa, concreta, orientada a ação e inspiradora.
  • Já os key results, são o COMO, ou seja a maneira pela qual objetivo será alcançado. Eles servem como métricas que ajudam a mensurar diretamente a conquista do alvo principal. Usualmente são escolhidos de 3 a 5 key results por objetivo. John Doerr defende que os bons resultados chave são: específicos e delimitados pelo tempo, agressivos porém realistas, mensuráveis e verificáveis.

O OKR foi criado com o intuito de estabelecer metas a partir da estratégia da empresa, metas que sejam mensuráveis de forma constante e dinâmica, além de serem definidas e construídas pela equipe de trabalho. Ou seja, adotamos aqui o modelo bottom up ao invés do tradicional top down com cascateamento.

Essa ferramenta se distingue de métodos de gestão tradicionais pois  utiliza uma abordagem ágil. Ou seja, adota ciclos de metas curtos, em sua maioria trimestrais, dessa forma, as empresas podem se adaptar e responder às mudanças de maneira dinâmica. Adicionalmente, a metodologia prevê acompanhamento de feedback contínuo e reuniões one on one durante todo o ciclo em questão.

Por fim, os OKRs devem ser metas simples, transparentes, ambiciosas, escolhidas pelos colaboradores e avaliadas de maneira constante. Gostaria de conhecer exemplos e saber como funciona melhor esta metodologia extraordinária? Agende uma reunião e conheça o sistema OKR na plataforma Umanni RH.